Joan Mir faz seu primeiro teste com a Suzuki em Valência

Após a conclusão positiva da temporada 2018, onde Alex Rins alcançou outro podium, a equipe continuou no Circuito Ricardo Tormo em Valência para o primeiro teste de 2019.

Para o estreante do MotoGP, Joan Mir, foi a oportunidade de começar a trabalhar com a sua GSX-RR. O antigo campeão da Moto3 teve que esperar algumas horas pela manhã enquanto a pista estava úmida, mas conseguiu pilotar pela maior parte da tarde, completando uma quantidade impressionante de voltas: 59. Emocionado com a chance de finalmente ir às pistas, o Maiorquino fez um ótimo trabalho e terminou o dia em 15º lugar.

Enquanto isso, Alex Rins, estava sentindo-se bem, mas estava frustrado com a falta de tempo de pista devido às temperaturas baixas pela manhã e chuva a tarde, o que interrompeu seus planos. No entanto, ele ainda conseguiu tentar diferentes ajustes.

 

Davide Brivio – Gerente de Equipe

“foi um ótimo dia, mas poderia ter sido melhor se não fosse a chuva. Alex não conseguiu completar seu plano de testar o novo motor; mas esperamos que esteja seca da próxima vez para podermos fazer o teste. ”

 

Alex Rins

“Hoje foi um pouco vergonhoso, pois no início nós conseguimos fazer um bom trabalho, mas quando estávamos prontos para testar o novo motor, a chuva chegou e tivemos que desistir. Nós tivemos que esperar. A aderência estava baixa, o que dificultou a pilotagem. Agora eu tenho mais experiência, o que me dá mais confiança a ajudar a desenvolver a motocicleta.”

 

Joan Mir

“Meu primeiro dia como piloto do MotoGP e meu primeiro dia com as cores da Suzuki, estou super feliz. Eu tenho uma ótima equipe comigo e me sinto a vontade com eles e com a moto, o que é importante. É um grande desafio se adaptar da Moto2 para a MotoGP. Comparada com a Moto2, você gasta bem mais tempo freando, e freia com força. E é claro, a aceleração é muito mais poderosa. A eletrônica é algo que requere mais esforço para aprender. Foi só o primeiro dia, mas eu já achei ele muito produtivo. Estou ansioso por amanhã.”

 

VALENCIA WINTER TEST – Classification:
1. Maverick VIÑALES Yamaha Factory Racing 1’31.416
2. Marc MARQUEZ Repsol Honda Team 1’31.718 0.302 / 0.302
3. Valentino ROSSI Yamaha Factory Racing 1’31.845 0.429 / 0.127
4. Andrea DOVIZIOSO Ducati Team 1’31.846 0.430 / 0.001
5. Stefan BRADL LCR Honda 1’32.015 0.599 / 0.169
6. Franco MORBIDELLI Petronas Yamaha SRT 1’32.085 0.669 / 0.070
7. Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini 1’32.095 0.679 / 0.010
8. Danilo PETRUCCI Ducati Team 1’32.100 0.684 / 0.005
9. Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing 1’32.179 0.763 / 0.079
10. Michele PIRRO Ducati Team 1’32.220 0.804 / 0.041
11. Francesco BAGNAIA Alma Pramac Racing 1’32.396 0.980 / 0.176
12. Alex RINS Team SUZUKI ECSTAR 1’32.402 0.986 / 0.006
13. Takaaki NAKAGAMI LCR Honda IDEMITSU 1’32.539 1.123 / 0.137
14. Jack MILLER Alma Pramac Racing 1’32.555 1.139 / 0.016
15. Joan MIR Team SUZUKI ECSTAR 1’32.787 1.371 / 0.232
16. Tito RABAT Reale Avintia Racing 1’32.834 1.418 / 0.047
17. Johann ZARCO Red Bull KTM Factory Racing 1’32.835 1.419 / 0.001
18. Jorge LORENZO Repsol Honda Team 1’32.959 1.543 / 0.124
19. Andrea IANNONE Aprilia Racing Team Gresini 1’33.291 1.875 / 0.332
20. Karel ABRAHAM Reale Avintia Racing 1’33.301 1.885 / 0.010
21. Bradley SMITH Aprilia Racing Test Team 1’33.709 2.293 / 0.408
22. Jonas FOLGER Yamaha Test Team 1’33.810 2.394 / 0.101
23. Fabio QUARTARARO Petronas Yamaha SRT 1’33.850 2.434 / 0.040
24. Hafizh SYAHRIN KTM Tech 3 Racing 1’34.233 2.817 / 0.383
25. Miguel OLIVEIRA KTM Tech 3 Racing 1’35.118 3.702 / 0.885