3 Lugares para conhecer na Rota 66

Todo amante de duas rodas já ouviu falar da Rota 66 e a maioria quer fazer o trajeto antes de partir. A Rota 66 é a interestadual mais famosa dos Estados Unidos. O primeiro motel do país surgiu nela, e o primeiro Mc Donald’s também!

Conhecida como a “Estrada mãe”, a Rota 66 foi a primeira estrada nos Estados Unidos. Apesar de oficialmente, ela não existir mais,  grande parte permanece para ser apreciada. Ela vai de Chicago até Los Angeles.

Coloque Born to be Wild para tocar, assista Easy Rider e leia esta matéria para ficar no clima e por dentro de alguns pontos da Rota mais famosa do mundo!

 

Caddilac Ranch

 

 

Em Amarillo, Texas, vale a pena parar para conferir o Cadillac Ranch.

Representando a esperança, arte, comércio e espiritualismo americano, Cadillac Ranch foi feito por um grupo de hippies artistas que se chamavam Ant Farm (Fazenda de Formigas). Uma fila de 10 cadillacs enterrados pela metade e hoje todos pichados. Tornou-se tradição passar por lá e deixar alguns rabiscos na estrutura. Mas, registre a sua arte porque é questão de pouco tempo para que outro venha e rabisque por cima!

 

Wigwam Village Motel #6

 

Wigwam Village Motel na Rota 66

 

O Wigwam Village Motel #6 é mais do que um simples hotel. Ele foi construído em 1937 em Holbrook (no deserto do Arizona) e suas acomodações são seis tendas, isso mesmo – tendas!

Além de ficar hospedado em tendas, o local ainda conta com quinze carros da época estacionados na área do motel e um museu de artefatos indígenas.

 

Route 66 Car Museum

 

Route 66 Car Museum

 

O Museu de Carros da Rota 66 é realmente fantástico! Compartilhando a paixão por carros com o público, o museu está localizado em Santa Rosa.

Guy Mace começou a colecionar em 1990, data em que trouxe seu primeiro Jaguar. A coleção cresceu para quase 70 automóveis.

Muitos carros clássicos e únicos estão em exposição, entre eles sete Jaguars, dois Rolls Royces, um Morgan 1963 e o famoso caminhão do filme “As Vinhas da Ira” estrelado por Henry Fonda.

Qual ponto mais você indicaria na Rota 66? Deixe sua recomendação nos comentários!