Conheça a origem do capacete de moto

homem colocando um capacete de moto branco

O capacete de moto, para o motociclista e o passageiro, é uma forma de proteção do crânio no caso de haver uma colisão.

Alguns capacetes oferecem recursos como: ventilação adicionais, proteções faciais. Além de trazerem a tecnologia de rádio comunicadores, e eventualmente, suporte acoplado para equipamento de hidratação do condutor.

 

Como nasceu o capacete de moto?

Lawrence

Quando Lawrence da Arabia se envolveu fatalmente em um acidente em Maio de 1935 com a sua moto Brough Superior SS100, o capacete de moto ainda não era item obrigatório. O acidente causou em Lawrence sérias sequelas além disso o deixou em coma e veio a falecer 6 dias depois. Um dos muitos médicos que o atendeu era um jovem neurocirurgião, Hugh Cairns. Comovido com a tragédia, o médico então começou um longo estudo e deu o nome de “Perda desnecessária de vidas por pilotos de motocicleta devido a ferimentos na cabeça”. Seu estudo era voltado a desenvolver algum tipo de proteção para a cabeça dos motociclistas.

Após o estudo de Cairns, os soldados do exército inglês passaram então a utilizar capacetes para se deslocarem com as motocicletas. Essa prática acabou sendo seguida por muitos e mais tarde virou uma lei.

Hitoria do capacete de motociclista 2

 

Desde então, muitas alterações foram feitas nos capacetes, melhorando a tecnologia de proteção para os pilotos e garupas.

 

Quais tipos de capacetes existem hoje no mercado?

 

  • Capacetes abertos: que acabam não oferecendo proteção para o queixo;
  • Capacetes fechados: que o casco segue abaixo da viseira e protegem o queixo;
  • Capacetes articulados: que a proteção para o queixo é removível;
  • Capacetes off-road: têm a proteção sobre o queixo, porém, sem viseira, devem ser utilizado junto a um óculos de segurança

Independente do tipo e marca do capacete, este é um item obrigatório para você piloto e para o garupa.

Portanto, pegue seu capacete, cheque as condições de sua Suzuki e pé na estrada.